14, set 2012

Postado por em Contos |

Os Demônios de Sangue: Capítulo 7 – A Tentação Volkihar

Depois de um tempo viajando, nós chegamos ao castelo.

Serana: Aquele é o castelo do meu pai.

Era um castelo,  cheio de neblina e com um tom sombrio.

Vlad: Vocês vivem em um lugar muito isolado.

Serana: Vamos, pegar o barco, quero chegar o quanto antes.

Quando chegamos na porta do castelo, um vampiro nos abordou.

Vingalmo: Como você ousa invadir aqui! Espere … Serana? É realmente você? Eu não posso acreditar em meus olhos! Entrem, entrem, Lord Harkon está a sua espera.

Entramos no castelo, a sala principal estava cheia de corpos e algum tipo de cachorro, tinha um tom sinistro e parecia que estava no inferno.

Vingalmo: Meu senhor! Todos! Serana voltou!

Harkon: Você voltou, filha. Vejo que trouxe o Elder Scrolls e quem é esse estranho?

Serana: Ele que me salvou da cripta, se não fosse por ele, eu ainda estaria em um sono profundo.

Harkon: Você encontrou nossa fortaleza, trouxe de volta a minha filha. Mas o que você realmente procura? Ser um de nós? Tornando sua própria escuridão, para se alimentar das almas dos vivos e dos mortos…? Ou você está com eles? Os Guardiões do Amanhecer. Eles pensam que pode nos deter, mas vamos encontrá-los.

Vlad: Eu só vim para trazer sua filha de volta…

Harkon: Um Drakulya aqui no meu castelo, você trouxe minha filha e o pergaminho antigo, você recebera muito mais que uma recompensa, um dom digno de um Drakulya!!

Vlad: Como você sabe meu sobrenome?

Harkon: Eu lhe darei o meu sangue. PRESENCIE O PODER!!!!

Ele assumiu uma forma de um monstro, pior, era o mesmo que atacou meus pais, mas creio eu que não era ele, só tinha uma maneira de saber a verdade.

Vlad: Se eu não aceitar?

Harkon (transformado): Você sera banido do nosso castelo e rompera a linhagem de sua família.

Vlad: O que sabe sobre minha família.

Harkon (transformado): Aceite esse presente, e lhe contarei toda a verdade.

Ele sabia sobre minha família, eu sabia que ele não tinha a matado, mas eu acabei me rendendo ao poder e aceitei seu pedido, eu queria saber o que ele sabia e o  poder para realizar minha vingança.  Ele me mordeu e eu desmaiei.

Harkon: Calma, não levante, rápido.

Vlad: Hã!! O que aconteceu?

Harkon: Você renasceu. Os Drakulya são realmente poderosos e resistentes.

Fui direto ao assunto e perguntei.

Vlad: O que você sabe sobre minha família?

Harkon: Todo mundo sabe sobre sua família. Os Drakulya são os mais poderosos vampiros (porém não os primeiros) que já existiram, mais poderosos que os Volkihar, na verdade eles pertenciam ao meu clã.

Vlad: Conheceu meus país?

Harkon: Não, mas seus avós sim, eles viviam aqui neste castelo, quando ficou gravida de seu pai, eles voltaram para Morrowind.

Vlad: Serana me disse que você foi para Morrowind, a uns 200 anos atrás.

Harkon: Sim, fomos para Morrowind, para destruir Hircine, e acabar com essa loucura de Bloodmoon, não conseguimos destruir Hircine, mas conseguimos evitar que o evento acontecesse.

Vlad: Você deve saber sobre meus pais, foi um vampiro que matou meus pais.

Harkon: Creio que sim, depois de derrotarmos Hircine, ficamos perdidos por lá por mais de 200 anos, sem se alimentar direito de sangue. 10 anos antes da morte de seus pais, eu viajei até Cyrodiil, para pedir ajuda aos nossos primos. 10 anos se passaram, eu tinha criado inimigos lá e voltei a Morrowind, mas meus irmãos haviam sumido. Então eu voltei até Skyrim e restabeleci meu clã.

Vlad: E o Pergaminho Antigo?

Harkon: Antes de viajarmos, para Morrowind, eu descobrir uma profecia, a profecia de acabar com a tirania do sol, essa profecia estava transcrito em um Pergaminho Antigo, que segundo minhas fontes estava na Cripta, enviei minha filha para investigar e viajei até Morrowind, e o resto, você já sabe.

Vlad: O que aconteceu comigo?

Harkon: Eu compartilhei meu sangue com você, seu corpo entrou em colapso e entrou em um sono temporário. O sangue dos Volkihar corria em suas veias antes, isso permitiu que você sobrevivesse e também se tornasse mais forte. Sim, você agora tem o dom de se transformar em um Lorde Vampiro. Assuma essa forma, e teste seus poderes.

Sem muito esforço assumi a forma de Lorde Vampiro, era uma sensação boa, de poder, sentia que eu era invencível.

Vlad (transformado): Que poder incrível!

Harkon: Sim, agora deixe me ensinar tudo sobre ser um Lorde Vampiro…

Harkon me treinou por horas sobre ser um Lorde Vampiro. Rompi a vontade de Harm, porém continuei a linhagem de minha família.

 

Acompanhe também pelo Tumblr: http://slyghter.tumblr.com/

Este post é um artigo colaborativo, escrito por Skyfighter.
Por favor, se você gostou do post, incentive o autor com votos positivos, mas se o julgar inadequado, deixe um comentário que o moderador irá analisar o caso.
  1. skryim warrior says:

    Nossa,essa historia esta ficando cada vez melhor meus parabens :)

  2. Ajuda!!! ja escrevi um post mas nao sei como publicalo

  3. É impressao minha ou essa historia é a dlc dawnguard?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>